Comentários do Leitor

Para Que Serve, Composição, Bula, Preço E Dicas

João Cauã Cavalcanti (2018-12-01)


Sildenafila: uma dose única de 100 mg de sildenafila em indivíduos com hipertensão não produziu efeito nos parâmetros farmacocinéticos do anlodipino. Quando anlodipino e a sildenafila foram usados em combinação, cada agente, independentemente, exerceu seu efeito próprio na diminuição da pressão sanguínea.

Risperidona: cautela deve ser adotada e os riscos e benefícios desta combinação ou tratamento concomitante com furosemida ou com outros diuréticos potentes devem ser considerados antes da decisão de uso. Foi observado aumento de mortalidade em pacientes idosos com demência tratados com furosemida mais risperidona. Portanto, deve ser ponderado risco-benefício do tratamento concomitante com estas duas medicações. Não houve aumento de mortalidade em pacientes usando outros diuréticos associados à risperidona. Independentemente do tratamento, a desidratação foi um fator de risco para maior mortalidade e, portanto, deve ser evitada em pacientes idosos com demência (vide Quando não devo usar lasix?).

Utilize ritalina exatamente como indicado pelo seu médico. Não use mais, com mais frequência e por mais tempo do que recomendado pelo seu médico. Se usado de forma inadequada, ritalina pode causar dependência. tratamento para TDAH varia na duração de paciente para paciente. Ele pode ser interrompido durante ou depois da puberdade. médico pode descontinuar a Ritalina® periodicamente para ver se ela ainda é necessária.

Sertralina Emagrece? Em um estudo placebo-controlado de longo prazo com anlodipino (PRAISE-2) em pacientes com insuficiência cardíaca de etiologia não isquêmica classes III e IV da New York Heart Association (NYHA), anlodipino foi associado a um aumento de relatos de edema pulmonar, apesar de não existir nenhuma diferença significante na incidência de piora da insuficiência cardíaca quando comparado com placebo (vide item 3, Características Farmacológicas - Propriedades farmacodinâmicas").

Jacilene, entendo que você deva procurar um médico psiquiatra, não tenha preconceito em relação a isto pois é profissional que mais pode te ajudar juntamento com psicólogo. Eu tinha esse mesmo comportamento e sentimento que você e não sabia achava que era normal, nem me julgava ansiosa, tempo foi passando e as coisas foram piorando a té que culminou em síndrome do pânico que é medo exagerado de coisas que podem acontecer, medo de morrer, medo de perder controle das coisas. Chega a um ponto que pensamento positivo, força do pensamento, pensar em outra coisa, nada disso adianta pois a química do cérebro já está alterada e precisa de medicação para reequilibrar. Portanto não demore, procure ajuda profissional. Tenha fé, leia a bíblia e faça tratamento.

A ingestão de bebidas alcoólicas durante seu tratamento com Zanidip pode aumentar os efeitos deste medicamento; portanto, você deve evitar ou reduzir estritamente limite do seu consumo de bebidas alcoólicas. Este medicamento deve ser administrado exclusivamente por via oral.

Diarreia (várias evacuações amolecidas por dia) e enjoo; quando isso acontece, os sintomas normalmente são leves e, com frequência, podem ser evitados, tomando-se medicamento no início das refeições. Se continuarem ou se tornarem graves, consulte médico.

Hidrato de cloral: sensação de calor, transpiração (suor), agitação, náusea, aumento da pressão arterial (pressão do sangue) e taquicardia (aceleração do ritmo cardíaco) podem ocorrer em casos isolados após a administração intravenosa da furosemida dentro das 24 horas da ingestão de hidrato de cloral. Portanto, não é recomendado uso concomitante de furosemida e hidrato de cloral.

Klaus, algumas pessoas acreditam que a maior absorção poderia desequilibrar a flora natural do couro cabeludo e provocar efeitos indesejados - a gente não tem como opinar sobre isso, quem deve dar aval ou não é seu dermatologista. Como cetoconazol (tanto shampoo quanto creme) é considerado off label para tratamento da queda de cabelo, a responsabilidade sobre tratamento é totalmente do médico que indicar (ele é quem deve fazer essas ponderações sobre absorção, possíveis efeitos colaterais, adequação para seu caso, etc).

Atenção: Bulário Eletrônico é um espaço informativo, de divulgação das bulas disponibilizadas pelos fabricantes. Não use medicamentos sem conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde. As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para tratamento de qualquer doença.

Todas as informações contidas neste site têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.



A submissão de artigos está sendo feita no novo Portal da Revista de Alimentos e Nutrição
Será necessário se recadastrar para submeter novos artigos