Alimentos e Nutrição Araraquara, Vol. 14, No 1 (2003)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Metabolismo glicídico em músculo estriado esquelético de ratos em repouso submetidos à restrição protéica alimentar

M. G. CHAVES, M. A. R. MELLO

Resumo


Com a finalidade de testar a capacidade bioquímica de organismos desnutridos para o exercício físico, analisou-se o metabolismo muscular da glicose, em modelo experimental utilizando ratos. Foram usados ratos wistar recém-desmamados (21 dias), alimentados com dietas hipoprotéica (6%) ou normoprotéica (17%) até atingirem a idade adulta (90 dias). Foram avaliadas, in vitro, captação e oxidação de glicose, síntese de glicogênio e produção de lactato pelo músculo sóleo isolado do animal na condição de repouso. Os animais alimentados com a dieta hipoproteíca pesaram menos que os controles e apresentaram menores teores séricos de glicose, albumina e proteínas totais (p < 0,05). Os níveis de lipídios hepáticos e ácidos graxos livres séricos foram maiores no grupo hipoprotéico, indicando eficácia da dieta hipoprotéica em induzir desnutrição. Não houve diferenças entre os grupos quanto à captação e oxidação de glicose, síntese de glicogênio, produção de lactato pelo músculo sóleo isolado. Esses resultados indicam que, nas condições do presente estudo, a desnutrição imposta após o desmame parece não interferir no metabolismo muscular da glicose em repouso, embora comprometa o crescimento somático.

PALAVRAS-CHAVE: Desnutrição protéica; ratos; metabolismo de glicose; músculo esquelético.


Texto Completo: PDF

A submissão de artigos está sendo feita no novo Portal da Revista de Alimentos e Nutrição
Será necessário se recadastrar para submeter novos artigos