Alimentos e Nutrição Araraquara, Vol. 4, No 1 (1992)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Utilização do corante da beterraba como aditivo alimentar

N. CONFORTI-FROES, M. VARELLA-GARCIA, A. A. SILVA

Resumo


RESUMO: Dentre os produtos do metabolismo secundário vegetal, os pigmentos ou corantes têm despertado especial interesse, pela sua importância na indústria de alimentos. No caso de oferecerem menos riscos à saúde humana, poderão vir a substituir os corantes sintéticos, principalmente os que são questionados quanto a possíveis reações alérgicas. Desse modo, testaram-se os corantes da beterraba e da batata-doce roxa em células meristemáticas da raízes de Allium cepa, a fim de verificar possíveis alterações no processo de divisão celular. Os resultados obtidos demonstraram citototoxidade induzida pelo corante de beterraba que foi, em seguida, testado em células da medula óssea de Rattus norvergicus. Em todos os parâmetros analisados não se detectaram alterações induzidas por esse corante nos animais tratados quando esses foram comparados aos seus respectivos controles. Em vista dos resultados obtidos, parece viável o uso do corante da beterraba como aditivo alimentar, apesar de não terem sido consideradas as vantagens técnicas e econômicas relativas ao seu emprego.

PALAVRAS-CHAVE: Corantes vegetais; antocianinas; betacianinas; genotoxidade.


Texto Completo: PDF

A submissão de artigos está sendo feita no novo Portal da Revista de Alimentos e Nutrição
Será necessário se recadastrar para submeter novos artigos