Alimentos e Nutrição Araraquara, Vol. 19, No 1 (2008)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Composição centesimal e propriedades funcionais tecnológicas da farinha da casca do maracujá

M. W. S. SOUZA, T. B. O. FERREIRA, I. F. R. VIEIRA

Resumo



A maior incidência de doenças crônicodegenerativas deve-se, em grande parte, à redução do consumo das fi bras na dieta. Estes nutrientes apresentam efeitos fi siológicos importantes e uma alternativa para aumentar o seu consumo pela população é a utilização de resíduos industriais, como cascas e talos de frutas e vegetais. Este trabalho teve como objetivo analisar a composição centesimal da farinha da casca do maracujá, assim como seu teor de fi bras totais e suas propriedades funcionais tecnológicas, e a partir destes dados avaliar a possibilidade de sua utilização como fonte de fibras no enriquecimento nutricional de produtos. A análise da farinha da casca do maracujá indicou um alto teor de fi bra alimentar (66,37 ± 0,71g/100g) e as análises das propriedades funcionais tecnológicas apontaram uma alta capacidade de retenção, absorção e adsorção de água. Assim, conclui-se que a farinha da casca do maracujá tem potencial para ser incluída na dieta como uma fonte de fi bras, podendo ser utilizada no enriquecimento de produtos como pães, biscoitos e barras de cereais, melhorando suas qualidades nutricionais e tecnológicas, além de ser uma alternativa para reduzir o desperdício de subprodutos da indústria alimentícia.


Texto Completo: PDF

A submissão de artigos está sendo feita no novo Portal da Revista de Alimentos e Nutrição
Será necessário se recadastrar para submeter novos artigos