Alimentos e Nutrição Araraquara, Vol. 18, No 2 (2007)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Características físico químicas de dietas enterais artesanais com hidrolisado protéico de carne

M. C. B. C. VON ATZINGEN, M. RIBALTA, M. A. R. SANTINHO, R. FONTES, M. CASTRO, M. E. M. PINTO E SILVA

Resumo



A nutrição enteral consiste em uma opção terapêutica que visa a manutenção ou recuperação do estado nutricional. Formulações para nutrição enteral não-industrializadas são preparações à base de alimentos in natura ou de mesclas de produtos não-industrializados com módulos de nutrientes. Entretanto, as informações existentes sobre suas características físico-químicas são escassas. O objetivo do presente estudo foi determinar osmolalidade, viscosidade, fluidez e pH de dietas enterais artesanais com hidrolisado protéico de carne. As dietas tiveram como fonte protéica os hidrolisados de carne bovina, de frango e de peru. A osmolalidade foi determinada em osmômetro por método crioscópico, a viscosidade por fluxo através de tubo capilar em viscosímetro digital programável Brookfield modelo DV-II e o pH em potenciômetro DMPH-2. Os valores de osmolalidade e viscosidade das dietas elaboradas com os hidrolisados de carne bovina, frango e peru foram respectivamente: 411 ± 0,0 mosm/ Kg e 43,9cP; 438,5 ± 0,7 mosm/Kg e 65,3cP; 415 ± 0,0 mosm/ Kg e 57,1cP. As dietas elaboradas com os três hidrolisados apresentaram pH de 6,1, valor considerado não interferente na motilidade gástrica. As fórmulas desenvolvidas foram classificadas como levemente hipertônicas, com viscosidade, fluidez e pH dentro do preconizado, o que é indicativo de sua administração sem intercorrências significativas.


Texto Completo: PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários

A submissão de artigos está sendo feita no novo Portal da Revista de Alimentos e Nutrição
Será necessário se recadastrar para submeter novos artigos