Alimentos e Nutrição Araraquara, Vol. 20, No 2 (2009)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Ocorrência de enteroparasitas em colorífico comercializado em Vitória da Conquista – Bahia

R. M. A. SOUZA, A. R. SãO JOSÉ

Resumo



Os métodos caseiros de produção do colorífico e sua comercialização sem condições higiênico-sanitária podem representar importante fonte de contaminação e disseminação de enteroparasitas. Dessa forma a identifi cação laboratorial de protozoários e helmintos em colorífi co é de grande importância para a saúde pública, pois analisa as condições higiênicas envolvidas na sua produção, armazenamento, transporte, manipulação e comercialização. O presente trabalho objetivou identifi car a ocorrência de estruturas parasitárias em colorífi co caseiro e industrial comercializados em feiras livres e em supermercados de Vitória da Conquista-Bahia. Para tanto foram coletadas no período de junho e julho 105 amostras de colorífi co em estabelecimentos comerciais localizados na cidade. As amostras do pigmento em estudo foram submetidas a análises
para pesquisa de enteroparasitas no Laboratório de Parasitologia da UESB, através dos métodos de Sedimentação
Espontânea e de Carvalho et al.3 Resultados negativos para enteroparasitas foram obtidos em todas as amostras. De acordo com a Resolução da ANVISA RDC n°276,2 de 22 de setembro de 2005, as amostras de colorífi co artesanal e industrial apresentam condições sanitárias satisfatórias de acordo a legislação vigente para parasitos e larvas.


Texto Completo: PDF

A submissão de artigos está sendo feita no novo Portal da Revista de Alimentos e Nutrição
Será necessário se recadastrar para submeter novos artigos