Comentários do Leitor

O Que Dizem Correios E Mercado Livre A respeito do Acrescentamento No Valor Das Entregas (atualizado)

Russell Kean (2018-11-12)


correiosOutros alvos são Marcelo Sereno, ex-assessor do ex-ministro José Dirceu e ex-secretário nacional de intercomunicação do PT, e Arthur Pinheiro Machado, que foi aprisionado em São Paulo logo no início da ação dos agentes da Polícia Federal. O MPF aponta que valores oriundos dos fundos de pensão dos Correios (Postalis) e do Serpro, organização pública de tecnologia da fato (Serpros) eram enviados para corporações no exterior gerenciadas por um operador financeiro brasileiro. O rastreamento dos Correios é uma ferramenta online e gratuita disponibilizada pelos Correios para ajudar a descobrir uma encomenda em cada vila do Brasil por intermédio do código identificador atribuído ao artefato. Portanto, pode-se saber se o objeto prontamente está chegando, quantos dias ainda poderá transportar pra entrega ou apreender os motivos de possíveis atrasos. No momento em que se compra uma mercadoria na internet ou pelos meios de venda direta em lojas online são entregues pelo principal distribuidor: os Correios. O meio tempo entre o pedido enviado e a aflição de recebê-lo em casa são sentimentos que geram desejo contínua de comprovar onde está a mercadoria e quanto tempo leva pra que ela chegue. A ferramenta pra rastrear mercadorias tem acessível emprego, todavia para consultar é preciso ter em mãos o código identificador: um número que é gerado cada vez que a mercadoria é entregue em uma agência dos Correios.

A defesa do empresário Milton Lyra, preso preventivamente durante a Operação Rizoma, entrou nesta segunda-feira, 16, com um pedido de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 2ª Região. Os advogados alegam ‘ausência dos requisitos autorizadores da prisão preventiva’ e ‘falta de contemporaneidade dos fatos’ como instalar sigep web umas das razões pra liberação. A anotação havia sido feita por Marisa de Souza Alija Ramos, advogada da ex-contadora da CBT. "Vê-se, por isso, que a advogada reconhece que o senador Romero Jucá foi o destinatário de recursos desviados da Corporação Brasileira de Correios e Telégrafos, indicando valores e testemunhas que poderiam certificar os fatos", comentou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. "É o mesmo caso da Casa da Moeda, que produzia mais de 3 milhões de cédulas por ano e sem demora está (produzindo) um milhão e insuficiente. As pessoas não fazem uso mais moeda", destacou. "A circunstância financeira dos Correios, pelas informações que o (Ministério do) Planejamento tem e nos passa, é extremamente custoso.

Assembleias dos sindicatos ligados à Findect estão marcadas para esta terça-feira, no momento em que podes ser aprovada a greve. A Findect orienta os sindicatos a aprovarem a greve. Ela diz que a proposta apresentada pelos Correios prevê reajuste salarial de 3 por cento só em janeiro do ano que vem, ponto "que impossibilita o fechamento de um acordo", de acordo com a entidade. 600 milhões, segundo o executivo. O presidente dos Correios destacou que o processo de alterações nos privilégios está sendo feito "por etapas" e que, ao longo das negociações do dissídio coletivo, foi destacada a necessidade de ajustes no custeio do plano de saúde. Segundo ele, como o sindicato dos trabalhadores não fez propostas, a estatal levou o foco ao Tribunal Superior do Serviço (TST), que está mediando uma solução. Segundo uma fonte, a ideia é aguardar uma resposta do TST, entretanto, se o Tribunal não autorizar, "eles irão extinguir mesmo dessa maneira e deixar judicializar". O presidente da estatal, mas, nega que tenha o intuito de deixar que os funcionários recorram à Justiça pra ter a garantia da cobertura do plano aos parentes. Na exibição obtida pela reportagem, há uma série de propostas apresentadas, inclusive uma que prevê o aumento da participação do empregado no plano de Saúde dos atuais 7% pra cinquenta por cento, além da exclusão dos pais. Campos nega: "Temos somente uma proposta, o restante são apenas discussões".

SÃO PAULO - Os Correios anunciaram na última terça-feira (27) que passarão a cobrar uma taxa extra pra entregas feitas no Rio de Janeiro. O fundamento é a ferocidade pela capital carioca. Três para os envios destinados à cidade. Segundo os Correios, essa quantidade será capaz de ser suspensa a qualquer momento "desde que a circunstância de agressão seja controlada". Quer investir melhor teu dinheiro? O CPF de outra pessoa; e

A estatal aguarda as investigações pra saber as causas do incêndio. Em nota enviada pra imprensa, os Correios informam que os remetentes das encomendas perdidas serão indenizados. "Dentro de um prazo de 5 dias úteis, os Correios lançarão o detalhe 'Extraviado' no sistema de rastreamento do blog da organização para as encomendas que foram destruídas pelo fogo. Após verificarem essa detalhes na web, os consumidores deverão registrar uma reclamação por meio dos canais de atendimento dos Correios para serem indenizados", diz a nota. De acordo com a estatal, a legislação postal mundial instaura que a indenização cabe a toda a hora ao remetente da encomenda. Se não for possível substituir por e-mail ou fax, o comprador deve procurar novas empresas de entrega. Entre as organizações que oferecem este tipo de serviço, estão a Fedex, UPS e DHL. Os funcionários salientam que as demissões e a falta de concursos públicos pra repor essas vagas são uma tentativa de "sucateamento", com o intuito de manchar a imagem da estatal e levá-la a um método de privatização. Os Correios negam o sucateamento e dizem que as demissões são uma adequação da potência de trabalho em consequência a investimentos em automação e tecnologia. E também serem contrários à privatização da empresa e aos cortes de pessoal, os empregados em greve se posicionam contra a terceirização, as mudanças no plano de saúde dos funcionários e a suspensão das férias dos trabalhadores. Em nota, os Correios disseram que a greve é um correto do trabalhador.



A submissão de artigos está sendo feita no novo Portal da RCFBA
Será necessário se recadastrar para submeter novos artigos