Comentários do Leitor

Delação Levou PF A Lyra, Sereno E Machado

Maryann Wynkoop (2018-11-12)


correiosEm ambos os casos, o comprador evita a cobrança de juros e multas, a negativação do nome nos serviços de proteção ao crédito ou até o cancelamento de um serviço em consequência do atraso no pagamento. A greve dos Correios não desobriga o pagamento de nenhuma conta, entretanto se depois do contato com a corporação, outras maneiras de pagamentos não forem oferecidas, o comprador será capaz de questionar eventuais juros e multa cobrados. Para essa finalidade, ele necessita buscar diretamente o Procon do teu município ou mesmo a Justiça. Faz parte de um projeto privado com interesse de entrar no mercado", comentou a secretária de Imprensa da Fentect, Suzy Cristiny. Segundo a entidade, a "privatização" coloca em traço o correto da população aos serviços dos Correios, já que a empresa tem fechado agências em cidades menos lucrativas. "Mais de 200 agências estão sendo fechadas em todo o Brasil. Com isso, vários moradores do interior e das periferias vão continuar sem o atendimento bancário e postal dos Correios do Brasil", informou a federação.

A estatal aguarda as investigações para saber as causas do incêndio. Em nota enviada pra imprensa, os Correios informam que os remetentes das encomendas perdidas serão indenizados. "Dentro de um tempo de cinco dias úteis, os Correios lançarão o detalhe 'Extraviado' no sistema correio de rastreamento do site da empresa pras encomendas que foram destruídas pelo fogo. Depois de verificarem essa detalhes na web, os clientes deverão assinalar uma reclamação por meio dos canais de atendimento dos Correios para serem indenizados", diz a nota. Segundo a estatal, a legislação postal mundial institui que a indenização cabe sempre ao remetente da encomenda. Se não for possível substituir por e-mail ou fax, o freguês necessita buscar novas corporações de entrega. Entre as organizações que oferecem este tipo de serviço, estão a Fedex, UPS e DHL. Os funcionários sobressaem que as demissões e a ausência de concursos públicos pra repor essas vagas são uma tentativa de "sucateamento", com o objetivo de manchar a imagem da estatal e levá-la a um procedimento de privatização. Os Correios negam o sucateamento e dizem que as demissões são uma adequação da força de trabalho devido a investimentos em automação e tecnologia. E também serem contrários à privatização da organização e aos cortes de pessoal, os empregados em greve se posicionam contra a terceirização, as modificações no plano de saúde dos funcionários e a suspensão das férias dos trabalhadores. Em nota, os Correios disseram que a greve é um correto do trabalhador.

De acordo com a organização confessa, a maioria dos desligamentos foi provocada pela adesão de funcionários ao Programa de Demissão Incentivada. Pros sindicatos que representam os funcionários da corporação, o corte de pessoal é uma tentativa de "sucateamento", com intenção de manchar a imagem dos serviços prestados e conduzir a estatal a um modo de privatização. A Fentect defende que, pra não comprometer a propriedade pela prestação do serviço, os Correios deveriam ter hoje um quadro de 140 mil funcionários. Sandro Cabral, engenheiro com pós-doutorado em administração que é professor de estratégia do Insper. Os Correios tiveram sua origem no Brasil em vinte e cinco de janeiro de 1663, com a criação do Correio-Mor no Rio de Janeiro, desse modo capital da Colônia. Em 1931 o decreto vinte.859, de 26 de dezembro de 1931 funde a Diretoria Geral dos Correios com a Repartição Geral dos Telégrafos e cria o Departamento dos Correios e Telégrafos. A ECT foi criada a 20 de março de 1969, como organização pública vinculada ao Ministério das Comunicações mediante a transformação da autarquia federal que era, logo, Departamento de Correios e Telégrafos (DCT).

A diretoria colegiada da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) decretou intervenção no Instituto de Seguridade Social dos Correios e Telégrafos (Postalis) pelo período de 180 dias. A portaria da Previc não detalha os motivos da decisão. Todavia o fundo de pensão dos empregados dos Correios tem sido centro de capítulos de fraude e má gestão nos últimos anos. 1 bilhão em sete negócios da entidade. Também por má gestão e irregularidades, o Postalis vem acumulando sucessivos déficits, o que obriga os próprios beneficiários do fundo a cobrir os rombos. Sete,quatro bilhões. Este plano reúne 84,2 1000 membros e todos contribuem para cobrir o saldo negativo. As investigações descobriram que os operadores do esquema de lavagem de dinheiro dos 2 fundos de pensões receberam por volta de de R4 20 milhões em "vantagens indevidas". Quarenta e cinco milhões para contas internacionais, que posteriormente voltaram ao Brasil em espécie. A Operação Rizoma é desdobramento das operações Competência, Hic et Ubique e Unfair Play, tendo como meta aprofundar as investigações relacionadas à organização chefiada por Sérgio Cabral.



A submissão de artigos está sendo feita no novo Portal da RCFBA
Será necessário se recadastrar para submeter novos artigos