Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada, Vol. 28, No 1 (2007)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Detecção da produção de slime por estafilococos coagulase-negativa isolados de cateter venoso central

A. C.A. BERNARDI, E. L. PIZZOLITTO, A. C. PIZZOLITTO

Resumo



A produção de slime é um importante fator de virulência dos estafilococos coagulase-negativa, permitindo-lhes aderir sobre as superfícies lisas de biomateriais, e por isso, é associada aos processos de infecção de implantes. No presente estudo a produção de slime em 27 cepas de estafilococos coagulase-negativa foi investigada por cultura em ágar vermelho Congo (77,7% de positividade), método espectrofotométrico ou da microplaca (81,4% de positividade) e microscopia eletrônica de varredura (88,9% de positividade). Foi também avaliada a resistência de estafilococos coagulasenegativa a vários antimicrobianos usando a técnica do disco difusão. A porcentagem de resistência à penicilina G, oxacilina, eritromicina, clindamicina e gentamicina em estafilococos produtores de slime foi respectivamente de 88,9%; 70,4%; 81,5%; 66,7% e 59,2%; todos os estafilococos coagulase-negativa foram vancomicina sensíveis. As cepas isoladas de cateter venoso central foram identificadas por método convencional e sistema API Staph. Os 27 estafilococos coagulase-negativa foram identificados como: S. saprophyticus (3,7%), S. xylosus (7,4%), S. haemolyticus (14,8%), S. epidermidis (37,0%), S. warneri (14,8%), S. lugdunensis (7,4%), S. hominis (7,4%), S. schleiferi (3,7%) e S. chromogenes (3,7%). Pode-se concluir que entre a maioria das espécies Staphylococcus coagulase-negativa houve associação entre a produção de slime, origem nosocomial das cepas e reduzida sensibilidade aos antimicrobianos, sugerindo potencial patogênico no ambiente hospitalar.

Palavras-chave: estafilococos coagulase-negativa; slime; fatores de virulência; polissacarídeo extracelular; biofilme; sensibilidade aos antimicrobianos.


Texto Completo: PDF

A submissão de artigos está sendo feita no novo Portal da RCFBA
Será necessário se recadastrar para submeter novos artigos